Pesquisar neste Blog

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

OLED, AMOLED ou QLED para sua TV?

Por João Maia
Fonte: Tech Times, Oficina da Net, Samsung, TechNews

TV LCD
Esse monte de siglas e informações confunde até os mais ávidos por tecnologia, mas o que fazer na hora de escolher sua nova TV?Para isso é necessário se ter uma noção básica sobre o assunto. Sem muitos termos técnicos, o que enche o saco dos usuários comuns, vamos tentar simplificar ao máximo essa explicação importante. As TVs evoluíram muito desde ao tradicionais LCDs. Com o surgimento da tecnologia LED poderíamos ter muito mais contraste e definição de imagem. As cores ficaram mais vívidas e a experiência, juntos as pessoas, agradou em muito, pois a diferença visual era grande.Assim surgi a tecnologia OLED. Dessa vez a mudança foi grande no caso do LED é necessária uma fonte de luz, que fica por traz da tela para
Display LED
iluminar os seus pontos.  Já no OLED, este ponto tem luz própria, assim as telas puderam ser flexíveis e bem mais finas, pois a camada responsável pela iluminação havia sido retirada do sistema. Assim as telas curvas surgem no mercado.
Muito bom, porem seu custo ainda é muito caro, mas está cada vez mais ocupado espaço no mercado. Além dessa funcionalidade técnica, a sensação visual também chama a atenção. Para resoluções mais altas o sistema OLED cumpri seu trabalho direitinho. Agora temos mais contraste e um preto ou branco muito mais naturais. Quanto as cores ficaram também num tom natural sem prejudicar ou alterar texturas, proporcionando uma sensação muito mais confortável ao ser as imagens na sua TV.
Já no caso do AMOLED, sua principal razão de existir, foi a necessidade de mais definição em telas menores como por exemplo Smartphones, Tablets, Laptops, etc. Baseado na mesma tecnologia do OLED, o AMOLED gasta menos energia e tem um contraste muito elevado. Assim as imagens pequenas como, ícones, telas de texto, botões de comando, entre outros, ganham uma nitidez espetacular, como consequência, uma visualização melhor. Sua aplicabilidade em telas grandes como em sua TV em casa, ficou restrita a poucos modelos no mercado comum, pois no final das contas a sensação visual entre as duas telas de OLED e AMOLED, para esse uso, é pequena em relação ao custo benefício. Mas não podemos deixar de lembrar que mesmo assim a economia de energia pode ser levada em consideração, além da possibilidade de muitas correções de imagem que só são possíveis no AMOLED.

Sistema QLED 
No caso QLED, muito discutido no início deste ano, podemos levar em consideração que seja uma evolução do OLED. O sistema de pontos quânticos, promete uma economia de energia com mais  detalhes de imagem a um custo inferior ao AMOLED. Seria uma faixa intermediária ao uso de tecnologia de display entre o OLED e o AMOLED. A Samsung apostou neste sistema e apresentou na CES deste ano, essa novidade para essas TVs. Para os usuários mais ávidos por uma boa imagem, o sistema QLED faz mesmo diferença nas imagens de fundo, gerando melhor nitidez e contraste, mas o seu custo continua alto em relação ao tradicional LED ou mesmo o OLED. 
Postar um comentário