Pesquisar neste Blog

sábado, 31 de dezembro de 2011

OS 5 tipos de Gadgets que mais de destacaram em 2011 !

Por João Maia 

Em 5º lugar - TVS 3D SEM ÓCULOS 

Este ano com certeza tivemos uma maior consolidação a respeito de TVs em 3D . Ainda com um imenso deserto de conteúdo para ser visto , os fabricantes apostaram alto nessa tecnologia . Já em contra partida o mercado não foi lá muito generoso com este tipo de equipamento. Todos contavam com uma aceitação maior por parte do público, mesmo com uma queda substancial em relação ao preço . 

Mas outros modos de se ver  imagens 3D estão emergindo e entre eles os aparelhos 3D sem óculos . Essa tecnologia , baseada em 5 pontos de vista , diferente dos tradicionais 3D que trabalham com  2 pontos , este equipamento vem oferecendo uma solução mais prática , pois além de não necessitar do uso de óculos, este sistema ameniza o tradicional cansaço visual provocado pelo uso contínuo do sistema 3D tradicional. Muitas inovações foram feitas este ano em vários modelos de diversos fabricantes . Entre as melhorias, tivemos imagens com qualidade FULL HD muito mais estáveis , sistema de reconhecimento de presença ,através e uma pequena câmera que possibilita a melhor visualização da imagem mesmo que o telespectador não esteja exatamente em frente da TV e ainda a possibilidade da conversão do 3D convencional  em 3D sem óculos ( ainda em desenvolvimento ). Assim este tipo de Gadget ocupada a quinta posição dos que mais se desenvolveram tecnicamente neste ano de 2011 

Em 4º lugar : MEDIA PLAYERS 

Este ano com certeza o segmento de media players no mercado cresceu substancialmente . Muitos modelos estão fazendo uma verdadeira interatividade de conteúdos de arquivos audiovisuais com a sua TV e com a utilização da resolução FULL HD . Este tipo de Gadget teve muitas melhorias permitindo assim a compatibilidade com a maioria dos formatos de vídeo que circulam na REDE e também quase todo o tipo de imagem e arquivos de som . 
Com a proliferação dos equipamentos de gravação com sistema de cartões de memória , grande parte dos media players também acompanharam essa tecnologia e adotaram ter slots de conexão com este tipo de mídia .  Os modelos mais sofisticados , também se equiparam com sistema WiFi para leitura de dados via WEB,conexão sem fio em HD com TVs e Computadores  e um aumento substancial na sua capacidade de armazenamento de informações. Os media players com certeza em 2011, deram uma virada e tanto quanto a sua utilização . Os preços estão estáveis e em 2012 ele prometem muito mais .

Em 3º lugar : HDS EXTERNOS 

Definitivamente ,os HDs externos se desenvolveram bastante neste ano que passou . Modelos cada vez menores e com mais capacidade de armazenamento, invadiram nosso mercado e o melhor com um custo bem mais barato. Uma das grandes evoluções deste tipo de Gadget foi o rompimento da barreira dos 1TBs . Hoje em dia temos modelos com 2TB e até de 4TB no mercado comum .
Com conexão do tipo USB2, USB3 e FireWire 400/800 os HDs externos com certeza são uma "mão na roda" na hora de fazermos nossos BackUps ou mesmo transportar arquivos grandes de uma máquina para outra . Quem trabalha na área da informática não pode deixar de ter uma unidade dessa .

Em 2º lugar : SMARTSPHONES 

Quanto a isso não se tem nem dúvidas. Os Smartphones com certeza superaram a marca prevista de 25.000.000 no mercado . Hoje, temos estimativas que este tipo de produto, deve ter ultrapassado a marca dos 35 milhões de unidades vendidas . 
Com muitas funcionalidades e agora usando sistemas operacionais cada vez mais sofisticados , eles hoje vão muito além de serem meros aparelhos de comunicação . Verdadeiras centrais de multiuso com total praticidade, tem a capacidade de gerenciar todos os seus movimentos , fazer pagamentos, ver vídeos , ouvir músicas, fotografar , gravar imagens , marcar compromissos , jogar ,controlar aparelhos , GPS , navegar na WEB, em fim são verdadeiros mini computadores em sua mão . Hoje além de serem um objeto de desejo na maioria das pessoas , os Smartphones chegaram em todos os lugares e  com todo o tipo de sofisticação tecnológica que possamos imaginar . Com certeza estes aparelhos ainda contarão com muito mais novidades nestes próximos anos .

Em 1º lugar : TABLETS 

Só como referência , o novo Tablet a Amazon vendeu mais de 4 milhões de unidades neste fim de ano . Só não vendeu mais porque não havia disponibilidade no estoque . Pois é, o iPAD da Apple que se cuide . Com as vendas sempre em crescimento , os  Tablets estão cada vez mais poderosos, com múltiplas funções e assessórios que os deixam na posição de serem os futuros substitutos  dos NetBooks e até mesmo dos LapTops . 

Com um mercado que cresce exponencialmente , os Tablets são o futuro dos equipamentos de comunicação corporativa , de facilitação para estudantes e meio eficiente na distribuição de informações. Este tipo e Gadget vai ter muito mais sofisticação em um futuro bem próximo . Já no próximo ano , haverá  mudanças radicias quanto a sua capacidade de resolução de imagem e memória de processamento . Até a tecnologia 3D vem rondando estes equipamentos para que se torne algo comum no uso destes Gadgets  . O mercado de acessórios cresceu tanto quanto ao dos Smartphones e com certeza os Tablets se tornaram o objeto e consumo número 1 deste ano .

Para todos os nossos leitores , um FELIZ 2012 e esperamos trazer muito mais informação na área da Tecnologia,Comunicação e Cultura . Estes são os votos de toda equipe que forma a família N'ativa .

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Uma lanterna,forte,resistente e dobrável ?

Por João Maia 
Fonte : Striker1

Os americanos inventaram as vendas na TV e os brasileiros adoram , pelo menos alguns . Assim surge um Gadget que eu achei legal. Na verdade o FLEXiT Light é algo inovador . Seu formato é de um pequeno tapete. Suas dimensões são de 7 x 13 e 0,85 (espessura) polegadas e é  feito de material flexível e resistente . 


Pode ser colocado em qualquer lugar e moldado , a sua escolha , para localizar onde quiser , o seu forte feixe de luz composto por pequenas lâmpadas de LED. Prático para o uso em casa, no trabalho e  ter aquela luz extra importante em seu carro , principalmente se furar um pneu a noite .  Na verdade é ter todas as vantagens de uma lanterna forte ,resistente e de boa autonomia .


Funciona com três pilhas comuns AA e tem autonomia de certa de uma hora de uso contínuo . Tem três seleções de intensidade de luz, fraca, média e forte . Além de ter fácil fixação , ela possui um imã para facilitar o seu uso um superfícies metálicas .Lavável e durável, esta lanterna dobrável custa cerca de US$ 30,00 e pode ser comprada em lojas da rede .

Parece uma pulseira mas é um relógio !

Por João Maia
Fonte : ABC news.

Essa, eu prometo , que será minha última postagem, nesse ano, sobre tranqueiras a venda. Pois é ,com o formato de uma pulseira e sem dar bandeira nenhuma que o mesmo é também é um relógio ,os modelos LAVA WATCH são bem diferentes .
Com simples operação , ou seja , apenas um botão , você aperta uma vez e aparece a hora , na segunda vez a data e na terceira vez os segundos . Simples não ? Este relógio está  a venda em promoção por volta de US$ 10,00 e foi sucesso neste natal para os americanos.Deve ter sido o presente mais popular entre os amigos secretos menos chegados . Pelo preço , tenho lá minhas dúvidas quanto a durabilidade do mesmo e tem um desenho meio duvidoso .

Conceito super diferente para economizar energia na hora de carregar seus Gadgets !

Por João Maia 
Fonte : Genesis-Rewired

Quase ninguém liga , mas ao carregar nosso smartphone,laptop,tablet e demais Gadgets que possuam sistema de carga de bateria , ao deixarmos as fontes de carregamento plugadas na tomada , mesmo depois dos aparelhos carregados , as mesmas  continuam consumindo nossa energia . Pode parecer que tal gasto seja pequeno , mas na verdade não é . Pesquisas falam que numa casa com mais de três pessoas que tenham laptop,smartphone e câmera fotográficas digitais, com uso periódico e recarga de bateria diária, como é de costume, pode se desperdiçar cerca de R$ 10,00 por mês de energia . Multiplique isso por milhares e até milhões de casas e você terá uma enorme quantia de energia sem propósito algum .


Os Designers: Seong Soyeon, Kim Seonmi, Lee Jeongjae, Park & ​​Lee Jihye Yeontaek desenvolveram  um sistema que quando o nosso Gadget for carregado, o plug será ejetado 10 minutos depois, tal qual uma torradeira elétrica  ejeta o pão depois de pronto . Não consegui entender bem como isso funciona , pois existe muito pouco sobre este assunto na WEB , mas vale todo o tipo de tentativa para economizar energia e fazer um uso sustentável da mesma . 


Sei que o anel externo  fica vermelho quando o seu carregador é plugado e depois de certo tempo o mesmo fica verde e é nesse momento o plug de energia é ejetado da tomada. Acho que isso deve ser feito por uma média de tempo de carregamento dos Gadgtes . Ou seja depois de tantas horas o sistema deve ejetar sozinho . Eu concordo com a opinião de algumas pessoas na rede . Não seria mais simples apenas desligar a tomada sem ter e ejetar o plug da mesma ?  Fica ai a sugestão .

A LG sai do HD e mostra a sua nova linha de TVs Ultra HD em 2012 !

Por João Maia 
Fonte : Newgadget

A corrida por aparelhos de TV mais finos e com mais definição parece não ter fim. Mais uma vez a LG dá um passo a frente nesse setor ,mostrando os seus novos modelos de 84 polegadas com resolução de 4K ou seja Ultra HD - 3840 x 2160 , além de ser compatível com o sistema 3D de imagens. Este formato é extremamente novo para o usuário doméstico comum . Poucas são as câmeras que podem fazer uma produção com tal resolução , mas alguém tinha que dar o primeiro passo para popularizar esse novo tipo de formato de vídeo .


A LG mostrá essa nova linha na CES de 2012 , em Las Vegas e tem como principal objetivo divulgar  este formato aos usuários comuns e empresas interessadas nas vendas de tal equipamento . Se sabe muito bem que tal equipamento não vai ser barato , como aconteceu com as primeiras TVs HD , mas se o mesmo for aceito e tiver conteúdo a ser visto nessa resolução, com certeza será o próximo passo na qualidade de nossa imagem . Além da qualidade e tamanho os novos modelos da LG , devemos lembrar que em nossa atual tecnologia no mercado comum ,haverá muitas incompatibilidades com Gadgtes de vídeo existes . Assim digo , é bom para se conhecer , mas ainda é muito cedo para  se comprar com certeza . Para finalizar podemos afinar que nos próximos 5 anos devemos ter uma modificação em nossos equipamentos audiovisuais  ,quase na mesma magnitude da mudança da analógico para o HD .

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O maior HD externo do mundo no mercado !

Por João Maia
Fonte : Ecoustics

Não que seja um lançamento e nem uma grande novidade . Esta unidade da Seagate já roda no mercado desde Setembro , mas suas vendas começaram a subir agora no final deste ano. Ainda, de certa forma difícil de ser achado nas lojas online especializadas neste setor , o Seagate GoFlex tem um apelo forte  para quem necessita de armazenamento de arquivos grandes como: imagens ou vídeos em HD .



A diferença é que estes 4TB estão numa mesma unidade( valores iguais ou superiores a este, na maioria das vezes são unidades RAID, ou seja o conjunto de vários discos controlados para atender a  esta necessidade de armazenamento ) e até agora não surgiu nada no mercado comum com mais capacidade de armazenamento para equipamentos USB 3 e ainda que fossem externos . Sua grande vantagem , além dessa capacidade toda e a sua velocidade de leitura e gravação dentro dos limites máximos permitidos pela conexão USB3 . Outra ponto forte  é que o mesmo poder ser convertido para conexão FireWire ,nas velocidades de 400 ou 800 . Esta unidade pode ser usada sem problemas nas plataforma MAC ou PC. Como sempre ,tem gente para falar alguma coisa contra. Nas revisões recentes pude verificar que os problemas levantados não são tão graves assim . 
Reclamam que o mesmo foi desenhado para ser usado na posição vertical e que não possui botão de desligamento . Tudo bem o botão faz falta mesmo , mas quanto a ser usado em pé, nem tanto. Seu preço é de US$ 300,00 em média nas lojas online.

Agora você poderá falar com a sua SmartTV !

Por João Maia 
Fonte : Geeky-Gadgets

Estamos vendo que a moda agora em 2012, será o controle por voz de nossos equipamentos . Já existe sistemas em ação em nossos smartphones e vídeo games , mas agora a coisa chega , com muito mais força a nossa televisão, com conexão a WEB . 


A LG vai lançar a sua nova linha de Smart TVs com controle de voz. Agora, os principais comandos de navegação, poderão ser feitos através de pequenas ordens diretas faladas por você . Claro que no controle remoto continua com as suas tradicionais teclas , afinal no dia em que você estiver rouco ou com problemas para falar , não vai querer deixar de ver a sua TV . Sem muitos detalhes de quando este sistema estará realmente em uso comercial, a LG está prometendo trazer o máximo de praticidade  e conforto nesse novo sistema de controle por voz em seus aparelhos mais modernos de TV.

Transforme seu Smartphone num LapTop com projetor de vídeo !

Por João Maia
Fonte: .Geeky-Gadgets

Agora nós temos um novo equipamento para conectar ao nosso Smartphone , o Ligh-Pad. Na verdade este sistema é um teclado com um pequeno projetor de vídeo que usa uma tela de retro-projeção de 11 polegadas. Conexões em HDMI serão possíveis de acordo com o Smartphone usado e de seu sistema operacional.



Com a relação a praticidade de usar este equipamento é muito boa. Além de facilitar a digitação e a utilização de tabalhos em seu telefone , também ajuda a visualização das imagens com qualidade de até 720p válido para os arquivos de vídeo. A resolução nativa do Light Pad é de 854x480 , seu teclado é do tamanho de um que normalmente são usados nos  netbooks e se você baixar a tela do aparelho ele pode projetar a imagem numa superfície branca ,não reflexiva de até 60 polegadas de tamanho. Uma coisa deve ser lembrada , a capacidade de processamento e de ações deste aparelho vai ficar de acordo com as do seu smartphone .Não espere milagres . O Light Pad tem a função de melhorar a operação e a exibição de conteúdo para você ,no ambiente de trabalho ou mesmo na hora do seu lazer.  Este vídeo postado no YouTube mostra com mais detalhes como o Light Pad funciona .




O Light Pad será apresentado oficialmente na CES de 2012 em Las Vegas e promete mostrar ainda mais  funcionalidades de acordo com o seu lançamento no mercado.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A tecnologia para a escolha de uma boa Cachaça !

Por : Roberto Mariz

Nestes tempos festivos de final de ano as vezes, mesmo com todo o cuidado, terminamos fazendo da jaca nossa pantufa. Ou seja, enfiamos pé na jaca! Pelas tantas festas e comemorações que preenchem nossa agenda, nos oferecem todo tipo de bebida, considerando principalmente o critério do que é “in” do “chic” do “glamour”... nesta rota nos é apresentado sempre as bebidas importadas wiskys, champagne, vinos, tequilas..etc.


Neste rol esquecemos de incluir nossa cachaça. Pois não achamos "chic" servir nossa saborosíssima bebida destilada da cana-de-açúcar. Isto acontece, apesar de sermos brasileiros, por não conhecermos a qualidade desta bebida que faz parte da história do Brasil. Ou talvez por não valorizarmos o que é nosso – “a do vizinho é sempre melhor”.
Bem! Seja por qual motivo for a verdade é que temos muito preconconeito com a nossa pinga, começando por achar que pinga é pinga – é tudo igual. Ledo engano, para nos ajudar a entender melhor sobre o assunto reproduzi abaixo um texto do Demóstenes Romano (jornalista e produtor de cachaça)  (que pode ser encontrado em: http://www.dc.mre.gov.br/imagens-e-textos/revista-textos-do-brasil/portugues/revista13-mat21.pdf - acessado em 27/12/2011)
Como reconhecer uma boa cachaça? Para começo de conversa, a que é boa mesmo, diferente da maioria encontrada no mercado, tem aroma agradável, não “desce queimando”, não dá “bafo” e também não dá ressaca. Embora seja uma bebida destilada, como o uísque, e não fermentada, como o vinho, uma cachaça realmente boa é mais semelhante ao vinho do que ao uísque. Lamentavelmente poucas pessoas sabem disso. São raros os alambiques produtores da mais legítima e antiga bebida brasileira na qualidade especial que toda cachaça poderia ter (a propósito de antiguidade, há registro histórico de que o primeiro engenho para moagem de cana-de-açúcar no Brasil foi construído em 1534, por Martim Afonso de Sousa, donatário da Capitania de São Vicente). No riquíssimo e pouco conhecido universo da cachaça, o consumidor fica imerso na tempestade de informações de interesse comercial, de opiniões inconsistentes quase sempre contaminadas pelo exibicionismo de quem produz ou de quem consome, como se tudo fosse mistério e exclusividade na produção e na degustação de uma boa cachaça.
Antes de ter meu primeiro alambique, pesquisei muito sobre produção e consumo de cachaça no Brasil, visitando muitos produtores, fazendo cursos, lendo tudo que encontrei, procurando as poucas universidades que se interessavam pelo assunto, espichando muitas conversas pelo interior de Minas Gerais.
Nessas andanças, fiquei surpreso ao constatar o promissor futuro da cachaça, ainda que envolta por amadorismo, preconceito, marginalidade. Assim como ocorre na vida e em gestão de negócios, quanto mais baixo o estágio de evolução, mais amplo o espaço para a expansão. Se o leitor pensa não saber produzir e não saber degustar uma boa cachaça, esteja à vontade, isso acontece até mesmo com apreciadores brasileiros. Se você acha que é um desinformado em cachaça, saiba que o problema não é seu: a desinformação ronda a cachaça, quase sempre disfarçada em indefinições primárias, a começar pelo nome do produto: cachaça, pinga, caninha ou aguardente? Sem falar nos sinônimos populares mais usados: birita, branquinha, cobertor de pobre, dengosa, uca, tira-teimas, mé, água que passarinho não bebe, canjebrina. Como o que nos interessa aqui é falar sobre algumas orientações na produção e na avaliação de qualidade, deixamos ao arbítrio do leitor.
Para situar o leigo, explicitamos que nos referimos à cachaça artesanal produzida em pequena escala, porque quantidade e qualidade não combinam bem neste processo, do mesmo jeito que há substancial diferença entre fazer uma boa comida em fogão à lenha para dez pessoas ou fazer para cem pessoas.

Resumidamente, o processo tradicional é assim:

Cultivo da cana-de-açúcar – qualquer uma das centenas de variedades de cana serve para ser alambicada. A diferença entre uma ou outra se reflete mais na produtividade, na quantidade de caldo ou no teor de sacarose, do que na qualidade da cachaça. Em tempo, nada de venenos, de fogo, e de outras práticas ecologicamente condenáveis.


Moagem – a cana é triturada, geralmente em engenhos convencionais de moendas, para dela se extrair o caldo mais comumente chamado de garapa. Aqui, na moagem, dois fatores influem decisivamente no grau de acidez da cachaça: a limpeza e a higienização do engenho, e o tempo que a cana ficar cortada (tanto melhor quanto menor for o prazo entre o corte, transporte e a moagem).


Fermentação – do engenho, a garapa vai para tanques ou cubas, aperfeiçoando o produto final, mais coada e sem bagacilhos ou qualquer outro resíduo sólido. Nesses recipientes diariamente se coloca garapa nova e limpa, com teor de sacarose em torno de 15 graus brix (grau que indica o teor de sacarose, medido por um aparelho chamado sacarímetro) e pH de
,8 a 6,0. No processo artesanal de produção de cachaça, utilizando fermentação “caipira”, cerca de 20% do recipiente contém fubá de milho torrado e mais um pequeno percentual de farelo de soja e farejo de arroz. Nesses nutrientes orgânicos encharcados de garapa proliferam micro organismos, dentre os quais se sobressaem as leveduras, células eucariotas predominantemente “saccharomyces” e “schizosaccharomyces” – as mais eficientes na transformação de sacarose em etanol. A conversão do açúcar em álcool proporciona a transformação da garapa em mosto, a matéria pronta para a fase de destilação. Em boas condições, o tempo de fermentação varia de 12 a,2 

horas, incluindo o período de decantação.


A cachaça é boa ou não (no sabor, no aroma, na leveza, na maciez, no “dia seguinte”) em função de cada detalhe do processo de produção. Mas o conjunto de detalhes da fase de fermentação é essencial e difícil de gerenciar. Basta lembrar que, na prática, o que chamamos de fermentação é a criação de seres vivos, as leveduras, não visíveis ao olho nu, super sensíveis e exigentes quanto a horários de alimentação (renovação da garapa doce por natureza), tempo de descanso (decantação), condições ambientais (temperatura local e higiene do recipiente) e condições para reprodução e renovação das células. Se você tiver a oportunidade de visitar um alambique em todas as instalações, priorize a parte vital, onde se fermenta, e procure observar os cinco indicadores de qualidade do processo com influência direta na qualidade do produto final: ao chegar, respire fundo e sinta se o aroma é de frutas maduras, suave, agradável, ou se o cheiro é um misto de álcool e de algo azedo, como se alguma coisa estivesse ali se decompondo e exalando acidez. A presença de “moscas de vinagre” (drosófilas) indica infecção por bactérias acéticas que fazem aumentar a acidez do mosto e do produto final.Outro indicativo de qualidade da fermentação (ou melhor, da criação de leveduras) é o aspecto da espuma que fica na superfície do mosto parecendo fervura. É a ação das leveduras sobre os açúcares, provocando a formação de gás carbônico na proporção de uma molécula do gás para cada molécula do etanol. Também, a olho nu, preste atenção: mau sinal é a ocorrência de bolhas (quanto maiores, pior) e bom sinal é uma movimentação de “fervura” semelhante ao que acontece na culinária, principalmente em doces. Pergunte sobre a rotina de horários de renovação da garapa, de tempo de decantação do mosto de edição do brix (teor de sacarose) da garapa ao entrar no tanque. Quanto mais constância e disciplina melhor.
uma pergunta-chave para uma informação macro: de quanto em quanto tempo o “fermento” tem sido renovado, trocado, refeito? Bom indicador de qualidade é se ele não “arreia”, não “adoece” e não “morre” pelo menos durante toda safra convencional, em torno de seis meses. Para quem alambica o ano todo, ele deve estar bem o ano todo e todo o tempo, apenas sendo oxigenado de vez em quando.


Destilação – de tanto se “alimentarem” do açúcar da garapa, as leveduras a transformam em mosto, fazendo cair o teor de sacarose de mais ou menos 15º graus brix para zero. Aí o mosto zerado de sacarose fica um pouco em repouso, para decantação e “descanso” das leveduras, e, em seguida, vai para os alambiques enormes “panelas” com capacidade para cem a mil litros de mosto.
A destilação da cachaça ocorre por aquecimento (fogo direto ou caldeira) do mosto que, ao ferver, entra em processo de evaporação. O vapor sobe no alambique e se transforma em líquido, condensando-se ao entrar em contato com o fundo do capelo cheio de água fria e corrente.
Nessa fase de destilação, é absolutamente essencial tirar os primeiros litros da cachaça (essa primeira parte é chamada de “cabeça”) que são inevitavelmente contaminados por elementos agressivos à saúde e ao bom gosto do consumidor. Depois desses elementos mais voláteis, a destilação entra na etapa de produção da melhor parte da cachaça, chamada de “coração”. Esse produto de melhor qualidade representa dez por cento do total do mosto. Depois do “coração” vem a “cauda”, ou “água fraca”, que é tão ou mais nociva à saúde e ao bemestar do consumidor do que a “cabeça”. É aqui que se caracteriza uma das impossibilidades de conciliar quantidade e qualidade na produção realmente artesanal e ética de uma ótima cachaça. A opção para se ter um bom produto é não misturar “coração” com “cabeça” e “cauda”.

Armazenagem e Envelhecimento – engarrafar cachaça nova e colocá-la sem “maturação” no mercado deveria ser caso de saúde pública. Colocar cachaça nova sem engarrafar deveria ser caso de polícia. cachaça armazenada em barris, tonéis ou dornas de madeira “curtida” faz enorme diferença em sabor e em ocorrência de elementos voláteis. Nessas circunstâncias, há diferenças marcantes entre a bebida produzida no dia, a armazenada há um mês e a envelhecida há seis meses, principalmente se a madeira for boa em poros, idade e troca de oxigênio, sem interferir no sabor, como carvalho ou bálsamo. Acondicionada em vidro, o envelhecimento é muito lento, levando anos para alcançar a maturação que na madeira se alcança em meses.Como conhecer uma boa cachaça? Resposta sem contraindicação: experimentando e sendo exigente.Não se impressione com rótulos, folders, histórias interessantes: experimente e não tome se ela descer esquentando e “arranhando como unha de gato”. 
Também não tome se sentir cheiro de álcool e não de cana. Se notar acidez (gosto ou cheiro de vinagre), lembre-se do respeito que você deve ter com seu sistema digestivo! Não desvalorize seu olfato e seu paladar em função de condicionamentos e “folclores” sobre cachaça colorida ou cachaça branca, “rosário” ou não “rosário”: os desonestos falsificadores sabem como colorir ou como branquear. Acredite em sua capacidade de avaliar, analisar e ir comparando umas às outras, como quase tudo de bom que a gente faz na vida.Lamento não poder convidar cada leitor a ir ao meu alambique para ver a produção e experimentar a cachaça da Fazenda Boi Parido. Os que se animarem serão bem-vindos.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Um dos celulares mais resistentes já fabricados !

Por João Maia 
Fonte: Geekiegadgets.

Todo mundo sonha com um celular que seja bonito e bem resistente , O  Sonim - AMOR XP 3400 tende a tender essas duas solicitações . Feito com uma fibra de vibro resistente e com acabamento de borracha especial ,o XP 3400 pode resistir bem a poeira , mergulhar a um profundidade de 6 metros e ainda se prestar a absorver quedas, com total eficiência, com mais de 2 metros de altura no mais duro concreto.
Para quem trabalha em lugares como construções ou pratica esportes radicais , este aparelho com certeza é uma solução elegante e eficiente .

Lógico que este não é o único detalhe deste telefone. Ele tem uma bateria que possibilita sua espera de uso por volta das 10 horas , além de ser 3G , ter expansão de memória via cartão micro SD ,câmera com 2 MP de resolução ,Bluetooth 2.1, rádio FM , lanterna com luz  de LED , display de 2 polegadas  e ainda toca múcicas no formato mp3.



O  Sonim -  AMOR XP 3400 ,ainda tem vedação total para o seu microfone e alto-falante o que permite um uso duradouro sem prejudicar a qualidade do som transmitido ou captado. Sua garantia é de três anos  por conta do fabricante . O seu preço  varia por volta dos US$ 560,00 e ainda é meio difícil de ser achado nas lojas na WEB .

A câmera mais veloz do mundo.Um Trilhão de quadros por segundo!

Por João Maia
Fonte: Popsci.

Uma coisa tem que ser esclarecida antes de tudo , a câmera é especial e está dentro de um grande laboratório . Embora por enquanto não seja usada de forma comercial , este equipamento tem uma sensibilidade  tal que o permite captar os fótons e partículas em movimento . O professor graduado Ramesh Raskar foi o idealizador desse projeto junto com sua equipe .


A finalidade dessa câmera é obter imagens fantásticas com detalhes que as mais velozes câmeras não seriam capazes de mostrar . Com inúmeras aplicações , tanto no campo da indústria ,como por exemplo testar a resistência de novos materiais , este equipamento ainda pode analisar  o espectro de luz com incríveis detalhes jamais vistos  o que possibilita o seu estudo detalhado, melhorando assim a criação de novas fontes luminosas mais eficientes dentro de suas futuras aplicações . Bem como tudo , claro que esta tecnologia tem um monte de informações técnicas e acadêmicas que não valem serem comentadas por aqui , nosso finalidade é informar novas tecnologias e não discutir ciência ,afinal não sou cientista.  Este vídeo postado na rede, em inglês, mostra um versão simples de como este equipamento realmente funciona . Vale conferir com certeza 


Bom, espero que num futuro próximo possamos ter tal tecnologia em nossas câmeras de uso comum .

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Tire sua foto agora , faça o foco depois e como quiser !

Por João Maia
Fonte.Lytro

Para quem acompanha nosso blog , esse tipo de equipamento não é lá uma novidade . O que tem de novo é que agora as câmeras Lytro já estão a venda no mercado comum . Para quem não viu o nosso post de 4 meses atrás ,aqui vai uma rápida explicação sobre este revolucionário sistema . Esta câmera tem a capacidade de registrar com perfeição todos os raios de luz de cada plano fotografado .
 Assim podemos ter uma imagem nítida em qualquer plano . Dessa forma graças ao seu sistema de armazenamento de arquivos , as fotos tiradas vem com informações de cada plano na capturado. Quando você compartilhar este arquivo, as pessoas com um simples click na área escolhida, podem mudar foco dessa fotografia. Uma maneira bem revolucionária de compartilhar os seus momentos e com o charme de uma fotografia profissional . Na minha opinião é um dos melhores Gadgets deste ano e com certeza vai fazer um sucesso maior ainda nesse próximo ano.

Aqui vão alguns exemplos de fotos tiradas com este sistema . Para modificar o plano do foco é só escolher uma região da imagem e dar um clik . Para fazer um Zoom na mesma é só escolher uma região e dar um duplo click nessa área . Desta forma você vai entender melhor como a câmera Lytro funciona.







A câmera Lytro com certeza mudou a forma de se interagir com fotografias postadas na WEB . Os modelos variam e acordo com sua capacidade de memória e resolução de imagem. O modelo Vermelho tem capacidade para 750 fotos com a memória de 16 GB , já o Grafite pode tirar 350 fotos  e vem com memória de 8GB e o modelo Azul tem a mesma capacidade do modelo Grafite . Os preços são de US$ 499,00 para o modelo Vermelho e de US$ 399,00 para os modelos Grafite e Azul.

Um feliz e inesquecível 2012 para todos !

Por João Maia