Pesquisar neste Blog

quarta-feira, 14 de abril de 2010

BLU-RAY? Saiba tudo sobre esse novo formato de mídia!



Autor: BESTCOMPRAS (896)


Blu-ray é um formato de disco óptico da nova geração de 12 cm de diâmetro (igual ao CD e ao DVD) para vídeo de alta definição e armazenamento de dados de alta densidadApe. Compete para se converter no padrão de discos ópticos sucessor do DVD. Seu rival é o HD-DVD. O disco Blu-Ray faz uso de um laser de cor violeta de 405 nanometros permitindo gravar mais informação num disco do mesmo tamanho (o DVD usa um laser de cor vermelha de 650 nanometros). Blu-ray obteve o seu nome a partir da cor azul do raio laser ("blue ray" em inglês significa "raio azul"). A letra "e" da palavra original "blue" foi eliminada porque, em alguns países, não se pode registar, para um nome comercial, uma palavra comum. Este raio azul mostra uma longitude de onda curta de 405 nm e, conjuntamente com outras técnicas, permite armazenar substancialmente mais dados que um DVD ou um CD. Blu-ray e HD-DVD dividem as mesmas dimensões e o aspecto externo.

A Blu-ray Disc Association (BDA) é responsável pelos padrões e o desenvolvimento do disco Blu-ray

Capacidade de armazenagem e velocidade

Um disco típico Blu-Ray
Os discos BD vem em diferentes formatos de disco.

BD-ROM: Um disco que é só de leitura.
BD-R: Disco gravável.
BD-RW: Disco regravável.
Um disco de camada única (Single Layer em inglês) Blu-Ray pode conter cerca de 25 GB de dados ou cerca de 6 horas de vídeo de alta definição mais áudio, e, no modo de dupla camada (Double Layer), este espaço é duplicado, podendo conter, aproximadamente, 50 GB. Suporta os formatos de compressão MPEG-2, MPEG-4 e VC-1. A velocidade de transferência de dados é de 36 Mbit/s (54 Mbps para BD-ROM), mas protótipos a 2x de velocidade com 72 Mbit por segundo de velocidade de transferência estão em desenvolvimento. O BD-RW (formato regravável) padrão já está disponível, assim como os formatos BD-R (gravável) e o BD-ROM, como parte da versão 2.0 das especificações do Blu-ray. Em 19 de Maio de 2005, TDK anunciou um protótipo de disco Blu-ray de quatro camadas de 100 GB. Outros discos Blu-ray com capacidades de 200 GB (oito camadas) estão também em desenvolvimento.

Recentemente a TDK anunciou ter criado um disco Blu-ray experimental capaz de armazenar até 200 GB de informação em um único lado (seis camadas de 33 GB).[1]

Dimensões Capacidade de uma camada Capacidade com camada dupla Capacidade com camada Quádrupla
12 cm, lado único 25GB (23.3GiB) 50GB (46.6GiB) 100GB (33.3GB/layer) TDK
12 cm, dois lados 50GB (46.6GiB) 100GB (93.2GiB)
8 cm, lado único 7.8GB (7.3GiB) 15.6GB (14.5GiB)
8 cm, dois lados 15.6GB (14.5GiB) 31.2GB (29GiB)



Tecnologia
O tamanho do "ponto" mínimo no qual um laser pode gravar está limitado pela difracção, e depende da longitude da onda de luz do laser e da largura da lente utilizada para gravar. No caso do laser azul-violeta utilizado nos discos Blu-ray, a longitude da onda é menor que nas tecnologias anteriores, aumentando portanto o aproveitamento do espaço físico no Blu-ray (0.85, comparado com 0.6 para DVD). Com ele, e graças a um sistema de lentes duplas e a uma camada protectora mais larga, o raio laser pode direccionar-se de forma muito mais precisa na superfície do disco. Os pontos de informação legíveis no disco são muito menores e, portanto, o mesmo espaço pode conter muito mais informação. Por último, mesmo com as melhorias na tecnologia, os discos Blu-ray incorporam um sistema melhorado de codificação de dados que permite guardar ainda mais informação.

Outra característica importante dos discos Blu-ray é sua resistência aos arranhões e impressões digitais devido à sua morfologia. Os discos têm uma capa de substrato, cujo nome comercial é Durabis, que é composta por uma camada de substrato de 1,1 mm para um lado e 1 mm para o outro para permitir a criação de mais ficheiros de dados e o uso de um só lado. Inicialmente, pensou-se em criá-los como cartuchos, semelhantes a disquetes de computador, mas a TDK descobriu um substrato que permite evitar os arranhões e facilitar a leitura (mesmo que agora eles sejam bem menos comuns) quando sujos de gordura. Esta nova característica será muito apreciada pelos utilizadores, porque dificulta o surgimento de defeitos como nos CD e DVD arranhados sendo, por isso, uma qualidade adicional quando comparado com o formato concorrente, HD-DVD.


Diferenças entre o Blu-ray, o HD DVD e o DVD
Blu-ray HD DVD DVD
Capacidade com lado único 23.3 / 25 / 27 GB (Camada Única)
46.6 / 50 / 54 GB (Camada Dupla) 15 GB (Camada Única)
30 GB (Camada Dupla) 4.7 GB (Camada Única)
8,5GB (Camada Dupla)
Longitude da Onda do Raio Laser 405 nm 400 nm 650 nm
Taxa de Transferência 54,0 Mbps 36,55 Mbps 11,1 Mbps
Formatos Suportados MPEG-2, MPEG-4 AVC, VC-1 MPEG-2, VC-1 (Baseado no WMV), H.264/MPEG-4 AVC
Resistência a arranhões e gordura



Divisão das Regiões
As regiões do Blu-ray são diferentes das regiões do DVD[2]

Código da Região Área
A ou 1 América do Norte, América do Sul, Ásia excepto para China
B ou 2 Europa, Médio Oriente, África e Oceania
C ou 3 China, Rússia e Sul da Ásia.



Curiosidades
A letra "e" foi eliminada do nome de forma intencional para permitir o registo da marca, já que a terminação "blue ray" é usada frequentemente e não pode ser registrada.
O disco Blu-ray baseado em um substracto de papel é menos prejudicial ao meio ambiente e mais seguro na hora de destruí-lo que os discos tradicionais. Esta camada superfícial, a que aderem os materiais normalmente, é feita de policarbonato plástico, que é o que o Blu-ray substitui por papel. O resultado é um disco em que o papel representa 52% de seu peso total, segundo afirma Sony.
O novo console da Sony, PlayStation 3, tem um leitor de Blu-Ray incluido.
No Japão, os jogos custarão cerca de 5.000 ienes, equivalente a 35 euros ou 94 reais.

Nenhum comentário: